doutoramento sociologia

metodologias extensivas: pesquisas sociológicas exemplares

Ano letivo 2019/20

Docente: Patrícia Ávila

Créditos (ECTS): 6
Horas de aula: 16
Número de sessões: 8
Área científica: sociologia
Língua de ensino: português

Semestre letivo: 1
Horário: segundas-feiras, das 18h00 às 20h00
Calendário e Sala(s): consulte aqui


Objetivos

No âmbito do Curso de Doutoramento em Sociologia, pretende-se que os estudantes atualizem e aprofundem competências metodológicas que lhes permitam conduzir uma investigação rigorosa e inovadora, de modo a poderem apresentar uma tese de doutoramento de qualidade. Ocupando as metodologias extensivas um lugar de destaque no património teórico-metodológico da investigação sociológica, o programa irá revisitar autores e investigações de valor histórico e sociológico consagrado, assim como pesquisas extensivas mais recentes, de âmbito nacional e internacional. A partir de um olhar centrado na estratégia metodológica de cada um desses trabalhos, serão apresentados e discutidos os recursos teóricos e metodológicos acionados, os instrumentos e as estratégias de recolha de informação, assim como os métodos de análise de dados e os modos de apresentação dos resultados. Serão também discutidas as potencialidades e os limites inerentes às metodologias extensivas.


Programa

A partir de um olhar sobre a estratégia metodológica de obras de referência (exemplares), nacionais e internacionais, serão apresentados e discutidos os principais elementos das pesquisas extensivas. O Programa encontra-se organizado em cinco partes:

1.Pesquisas extensivas em ciências sociais; considerações teóricas, metodológicas e epistemológicas.

2.A utilização de dados secundários e de estatísticas oficiais na análise sociológica. Limites e potencialidades. O Suicídio, de Emilie Durkheim.

3.O inquérito por questionário na pesquisa extensiva. Métodos de amostragem e de análise de dados. A Distinção, de Pierre Bourdieu e Públicos da Ciência em Portugal (Costa et al).

4.Pluralidade teórica e metodológica na análise sociológica. A combinação de metodologias qualitativas e quantitativas.

5.Estudos extensivos internacionais. Desafios da comparabilidade: amostragem, instrumentos de recolha de informação e resultados. O European Social Survey.

 

Avaliação

A avaliação dos alunos decorre de dois elementos: de uma exposição em aula, preparada e apresentada em grupo, sobre uma das obras de referência (30%) e de um ensaio individual, cuja dimensão não deverá ultrapassar as 10 páginas (cerca de 20000 caracteres).     


Processo de Ensino – Aprendizagem

O processo de ensino-aprendizagem desenvolve-se através aulas teórico-práticas, orientação tutorial e através do trabalho pessoal dos alunos

O trabalho dos alunos pressupõe a realização de um conjunto de atividades:

a) Presença e participação nas aulas;

b) Leitura da bibliografia recomendada para cada aula;

c) Apresentação e discussão em aula de uma pesquisa exemplar;

d) Elaboração de um ensaio individual escrito, incidindo na análise metodológica de uma das obras apresentadas.

 

Bibliografia básica:

Durkheim, Émile (2007, 1897), O Suicídio, Lisboa, Editorial Presença

Bourdieu, Pierre (2010, 1979), A Distinção. Uma Crítica Social da Faculdade do Juízo, Lisboa, Edições 70.

Bryman, Alan (2008), Social Research Methods, Oxford, Oxford University Press (3ª ed.)

Chava Frankfort-Nachmias, Chava and David Nachmias (2007, 7ª edição), Research Methods in the Social Sciences w/Data Bank CD, Worth Publishers

Ghiglione R. e B. Matalon, (1996), O Inquérito. Teoria e prática, Oeiras, Celta Editora

Oyen, Else, (1990), Comparative Methodology. Theory and practise in international social research, London, Sage Publications, Sage Studies in International Sociology

Quivy, Raymond e Luc Campenhout (1992), Manual de Investigação em Ciências Sociais, Lisboa, Gradiva

Silva, Augusto Santos e José Madureira Pinto (1986), Metodologia das ciências sociais, Porto, Edições Afrontamento

 

[versão completa disponível em Fénix]